sábado, 7 de maio de 2011

Dormir e acordar

Então eu dormi e acordei.
Quando era pequeno, eu tinha a impressão de que dormir fosse fechar os olhos e abrí-los em seguida. Num passe de mágica tudo estava claro. Acho  na verdade, que, quando pequeno, eu tinha um sono pesado. Desses que nos fazem mesmo ter essa impressão das coisas. De que tudo é tão rápido.
Então isso aconteceu hoje.
No dia anterior Maria havia dito: - Passo aí amanhã!
Eu respondi: - Ok!
Dormi. Acordei. 14h00 mais precisamente com uma voz "hush hush" sussurrante e comecei a despertar. Alguém estava justificando o meu sono eterno "hibernação" e essa pessoa era o meu padrasto. O receptor da mensagem era Maria. Aí eu tive aquela sensação de que tinha piscado e que num instante o tempo tinha passado.
Foi bom. Poupou a ansiedade.
Enviar para o Twitter

0 comentários:

Você é o visitante n°

Copia e cola no teu site ou blog...

Parceiros?