terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Gente inteligente, "einstein's em potencial..."


As pessoas têm o incomodo costume de se sentirem superiores as outras. Como aquele famoso cara chato, fulaninho de tal, que vive se vangloriando de ser o melhor em tudo. O rei da cocada preta, o que ninguém aguenta e que por mais que se queira, sempre acaba encontrando um nos corredores da vida. O famoso "politizadão", bem instruído, intelectual. Em termos mais práticos, pra que não se desperdice tantos adjetivos, o dono do mundo.


Em diferentes níveis, ou não, eles estão sempre por ai contando vantagem o tempo todo sobre alguma coisa irrelevante... Por menor que seja, estão. Isso é o que basta aqui, pelo menos para o ponto onde quero chegar.

Desse modo irritante, disseminam uma sementinha venenosa na tentativa de humilhar, ou então, sentirem-se novamente superiores, mas agora, não superiores aos pobres de cultura que vivem ao seu redor. Sim a si mesmas. Como uma maneira mais fácil de tornarem-se convictas de suas opiniões pouco inovadoras e muito, muito clichês. Talvez também, queiram se sentir superiores ao próprio comportamento, ou então, algo que venha a colocá-la numa posição confortável da sociedade "pseudo-intelectual". Gente chata que monopoliza o certo pro lado dela, que enche o saco, faz a vida parecer uma grande merda.

Outro dia vendo o reality Troca de Família, a Clara Averbuck soltou uma de suas colocações e essa me fez refletir um pouco sobre: " Não existe uma cartilha pra criar um filho, um manual pedagógico..." Do mesmo modo, também não existe o correto, nem o errado. Tudo é muito relativo. A vida é relativa. Ela é muito boa sob uma perspectiva e muito "foda" por outra e, no entanto, nenhum dos "achismos" a respeito da mesma é mais correto que o outro. Como ver reality show por exemplo. Gente assim é quase vista como uma anomalia. "Muito me admira, vc, um cara que estuda, vendo esse tipo de coisa!" A nova modinha, da sociedade como eu disse anteriormente "pseudo-intelectual" que criou a opinião imutável de que gente letrada não perde tempo com tais banalidades. Pergunto eu "Gente letrada perde tempo com o que? Com a cara enfiada num livro, assistindo documentários no Dicovery Channel ou procurando uma nova rodinha pra discutir política e economia?" Ou então ouvindo músicas inteligentes, com enfoque social, mensagens bonitinhas? Quer dizer então que pra ser inteligente não pode se permitir a nada que lhe faça feliz? Gente letrada tem que ser careta, fechada, não pode fazer sexo! Tem que ser chata literalmente? É isso mesmo?

"O lixo da TV", disse outro hoje na sala enquanto discutíamos sobre a formação de uma criança. Como a mídia pode influenciar na vida de uma em formação era o debate, não bem isso, mas migrou pra esse lado, até então, "reality" virar protagonista dessa estória toda. "Não lhe agrega em nada, não tem inteligência. Um desperdício o Pedro Bial, jornalista, escritor, inteligente!", emendou outro feliz por ter achado mais um (dos muitos), que adora criticar, pra se sentir bem consigo mesmo. São esses os "inteligentões". Pergunto eu novamente: "O que vc faz de divertido? Quantos livros leu no ano passado?"  Temo que as respostas não correspondam ao nível de empáfia que as suas colocações remetem. Isso me faz ter medo de estar lidando com gente de “aparência”, que não é nada do que tenta passar, apenas tentam manter um status. Tenho a impressão que estou lidando com "Einsteins" em potencial e que logo, logo irão fazer a nova invenção do século, enquanto se escondem nos seus casulos de informação e opinam muito vagamente em apenas 30 caracteres - muito pouco pra pessoas tão acima do bem e do mal.

Reconheço a minha burrice diante delas. "Oi, eu sou burro, vejo reality e estou manchado pro resto da minha vida." A honra de quem ver reality está hoje em dia, similar a honra de uma mãe solteira do século passado. Na lama. E faço parte disso. Enquanto, aqueles que não vêem, seguem suas vidinhas chatas, consumindo dia após dia mais conhecimento, enchendo suas cabecinhas de coisas que prestam... e falando mal de quem é feliz!
Enviar para o Twitter

0 comentários:

Você é o visitante n°

Copia e cola no teu site ou blog...

Parceiros?