sábado, 19 de março de 2011

Desentalando, aqui também serve pra isso!

Quando escrevi o post anterior estava na biblioteca da faculdade. Falando nisso, digo de biblioteca, faculdade, entre outras coisas, me vem logo a mente uma imagem  moderna, com computadores super evoluídos, tecnologia... e... Toda essa imagem grandiosa cai por terra quando lembro do PC que tive que usar, depois de esperar meia hora para escrever com custo aquelas duas linhas. O teclado lá era horrível, duro, travado. Já não bastasse aquele chato que passou pelo meu caminho. Ponto.

Queria ter dito: - Ei cara, só falei contigo pq, né? Só tem vc da turma por aqui. Não fosse isso com certeza teria perguntado a outra pessoa!

Mas não disse. Sou um covarde mesmo. Deveria ter falado, pq com certeza não teria ficado com essa sensação de entalamento. É como se eu tivesse parado naquele determinado segundo; como se a sensação ruim nunca irá passar até que eu solte essa frase. O remédio? Esquecer ou dizer de vez. Esquecer pq se lembro fico doente. Se digo, arranjo um inimigo e, bem, isso não é muito bom.
Enviar para o Twitter

0 comentários:

Você é o visitante n°

Copia e cola no teu site ou blog...

Parceiros?