domingo, 27 de março de 2011

Pensar que preciso, me faz acordar!

Enquanto rou, ou como, minhas unhas o tempo passa vertiginosamente. Bem, é esse o seu trabalho (digo do tempo), correr, não há nada o que contestar. Se bem que contestar pq o tempo passa tão depressa não pegaria nada bem pra quem quer ser considerado um ser que se encaixa dentro do padrão aceitável de normalidade. Foda-se. Pensar que o tempo está correndo só me deixa mais ansioso que o habitual. Claro. Preciso dormir e pensar que preciso fazer a merda do ato, dormir, me deixa sem sono. Sempre é assim. Novidade, até seria se fosse diferente. Outro dia comecei a contar as horas no relógio: 4h00 da manhã, amém! Restavam-me então 4horas e meia. Considerando que o meu compromisso começaria exatamente as 8h30 e que antes disso eu teria que realizar meus rituais de higiene matinal, fora pegar (e esperar) ônibus, teria que estar de pé as 7h00, no mínimo.
Então começou a pressão. Na Tv não passava nada de bom, o que é determinante pra que eu não sinta sono. Se tem uma coisa que me faz ter sono são programas realmente bons, que me prendam e me façam dormir morrendo de raiva de mim mesmo  por estar deixando de vê-los. Se não passa nada de bom, então não durmo. Fica um tédio só. Eu lutando contra o fundo azul da televisão (frase roubada do Kid Abelha). E esperando ansiosamente pra que o sono chegue me nocauteando certeiramente.
É sempre assim. Parece um Dejá Vù. Parece que sempre que tenho que acordar cedo isso acontece. Então, antes que o tempo corra mais depressa ainda, vou lá pro meu cantinho contar carneirinhos. Quem sabe usando essa tática ridícula eu não durma.
Enviar para o Twitter

0 comentários:

Você é o visitante n°

Copia e cola no teu site ou blog...

Parceiros?